Softfocus

A Importância da Gestão Eficiente no Agronegócio

Ter uma gestão eficiente no agronegócio é importante? Embora o agronegócio tenha uma fundamental contribuição na economia do país e seja vital no dia a dia dos brasileiros, não é…

Agronegócio

Compartilhar
Gestão no Agronegócio

Ter uma gestão eficiente no agronegócio é importante?

Embora o agronegócio tenha uma fundamental contribuição na economia do país e seja vital no dia a dia dos brasileiros, não é incomum encontrar produtores rurais que ainda não identificam a gestão de sua propriedade como algo realmente significativo.

A questão é que a cada dia se torna mais necessária a profissionalização do campo, isso é, a grosso modo, entender que uma propriedade rural possui demandas de gestão tais quais existem em qualquer outra empresa bem estabelecida.

Hábitos tradicionais como fazer anotações em blocos de notas, não fazer um planejamento de safra completo e contar somente com a experiência dos anos trabalhando no campo muitas vezes acabam refletindo em perdas na produção, despesas desnecessárias e frustração de expectativas.

Dessa maneira, estabelecer boas práticas de gestão no campo é indispensável para a garantia de melhores resultados e para o atendimento de um mercado cada vez mais exigente, e isso se aplica a propriedades de todos os tamanhos, desde as de agricultura familiar até as fazendas com milhares de alqueires.

Por isso, pensando nessa problemática, preparamos este artigo para você, com valiosas informações a respeito de gestão no agronegócio. Acompanhe!

 

COMO FAZER A GESTÃO DO AGRONEGÓCIO?

De modo geral, gestão no agronegócio ou em qualquer outro setor econômico pode ser compreendido como um conjunto de atividades sistematizadas que visam atingir metas com maior eficácia.

Desse modo, uma boa gestão deve ser capaz de apresentar os resultados desejados através de uma administração precisa e adequada dos recursos financeiros, materiais e humanos, o que possibilita uma visão mais estratégica e ajuda a tomar as decisões mais acertadas para o negócio.

No mundo rural, um dos primeiros passos para a realização de uma boa gestão no agronegócio é entender que a propriedade rural funciona como uma empresa e, como tal, precisa possuir metas claras.

Assim, inicialmente deve ser estabelecida a meta para a propriedade rural, pode até mesmo ser para uma safra específica. Em seguida, inicia o processo de planejamento, o qual deverá definir quais ações serão necessárias. Com um bom plano de ação estabelecido, parte-se para a prática, momento em que serão validadas as estratégias e novos planos de ação deverão ser elaborados diante dos problemas que podem aparecer no decorrer do processo.

Essas rotinas fazem parte de um dos métodos de gestão mais utilizados nos negócios, o PDCA, sigla em inglês para Plan (planejar) – Do (desenvolver, executar) – Check (conferir, verificar) – Action (agir, ajustar), o qual pode ser aplicado em qualquer ramo de atividade e oferece um constante movimento de aperfeiçoamento em busca de melhores resultados.

Contudo, para além do PDCA, há outras práticas que auxiliam muito na gestão do agronegócio, dentre as quais destacamos:

 

Controle de Finanças

Não se pode falar a respeito de boa gestão do agronegócio sem iniciar pela questão financeira. Organizar-se para ter despesas controladas e uma boa produtividade é fundamental para garantir sucesso na produção.

Duas ferramentas que são essenciais para que isso ocorra são: o orçamento e o fluxo de caixa.

O orçamento é essencial no momento de planejamento da safra, por exemplo, e deve ser elaborado a partir de uma análise consistente de diversos fatores como resultados de safras anteriores, tendências do mercado, mudanças de hábitos de consumo, custos atualizados de insumos, entre outros.

Somado com os conhecimentos técnicos, o orçamento poderá prever a produtividade, o preço de venda dos produtos e o faturamento, informações que são muito valiosas para que o negócio não corra grandes riscos.

Já o fluxo de caixa é como se fosse a execução orçamentária, é onde será possível verificar se as movimentações financeiras estão ocorrendo como o planejado, permitindo ao gestor tomar as melhores decisões: necessidade de aporte financeiro externo; compras à vista ou a prazo; mudanças na precificação etc.

Para que tudo isso ocorra da melhor maneira possível, pode-se contar com profissionais da área de contabilidade ou, ainda, investir em um software de gestão, o qual facilita e garante melhores resultados para o negócio.

 

Análise de Dados

Outra prática de gestão que não deve ser deixada de lado e que, inclusive, se relaciona com o item anterior é fazer o monitoramento e análise dos dados da produção constantemente. Isso significa ter à disposição informações relativas a tudo o que ocorre na propriedade, como entender qual é o rendimento de cada funcionário, acompanhar o desenvolvimento das plantas ou animais e verificar os rendimentos médios de cada hectare, por exemplo.

Essas práticas são essenciais para identificar pontos que precisam ser melhorados e para estabelecer decisões de modo mais preciso, o que resulta em um aumento da produtividade e maior segurança para o gestor.

 

Uso de Tecnologia

Sejam ligadas à gestão ou à produção, as novas tecnologias voltadas para o agronegócio têm sido grandes aliadas do produtor rural. Por isso, se tornam cada vez mais indispensáveis nas empresas do campo.

Na gestão, existem diversas opções de softwares que conseguem automatizar processos operacionais e integrar uma infinidade de dados sobre a produção que garantem a geração de informações minuciosas, o que facilita a tomada de decisões, reduz possibilidades de erros e agiliza significativamente todo o processo.

Saiba mais a respeito dos softwares de gestão voltados para o agronegócio.

Já na produção, há vários equipamentos que contribuem para um manejo, um plantio e um monitoramento ágil e aprimorado da lavoura e da criação de animais. Máquinas de agricultura de precisão aliadas a sensores e imagens captadas por drones e satélites são uma realidade cada vez mais constante no dia a dia do produtor do campo e permitem gerar resultados surpreendentes.

Saiba mais a respeito dos softwares de gestão voltados para o agronegócio.

 

Gestão de Pessoas

Para encerrar a nossa lista, não podemos esquecer de quem faz tudo acontecer: os trabalhadores e trabalhadoras do campo. Em muitas propriedades, não há uma divisão correta das atividades para cada funcionário, o que dificulta o processo de mensuração do rendimento.

Entender as limitações e as necessidades de aperfeiçoamento de cada pessoa que trabalha na propriedade é uma atividade de grande importância na busca de uma melhor produtividade. Por isso, é tão relevante distribuir bem as tarefas e prover capacitação, principalmente quando não há a possibilidade da contratação de mão-de-obra já qualificada.

 

E aí, este artigo foi útil para você? Para ficar por dentro dos nossos conteúdos, continue nos acompanhando nas redes sociais.

 

[wpforms id=”1744″]